O que fazer quando o mercado imobiliário muda?

Publicado a Janeiro 2, 2023

O mercado imobiliário é um dos investimentos mais seguros que existem devido ao seu potencial de rentabilização e à sua valorização no longo prazo e por isso muitas pessoas investem as suas poupanças na compra de casa.

“Don’t wait to buy real estate. Buy real estate and wait.” – Will Rogers

Como em quase todo o tipo de bens, o imobiliário também é dinâmico e as circunstâncias alteram-se por vários fatores: inflação, preço dos materiais, taxas de juro diretoras (Euribor), facilidade de acesso ao crédito à habitação, nível de desemprego, mão de obra, oferta disponível, etc.

Tendo em conta estes fatores, a economia e o mercado imobiliário ajustam e tomam uma direção (subida, baixa ou estabilização de preços) e uma velocidade.

O “segredo” para ser feita uma análise acertada, é conseguir interpretar esses dados para que quem esteja na posição de vender casa (proprietários) ou de comprar casa (compradores) tomem a decisão certa. Costumamos ouvir que é sempre boa altura para vender casa e comprar casa, desde que seja pelo preço correto em determinado momento, independentemente da fase em que o mercado imobiliário está a atravessar.

Por vezes é difícil encarar a realidade, mas quanto mais depressa, melhor, e, para isso é crucial que fale com profissionais da mediação imobiliária bem informados para tomar decisões acertadas na altura de vender um imóvel.

Quando o mercado arrefece, os preços tendem a estabilizar ou baixar e, os proprietários têm de se antecipar ao mercado de forma a se destacarem da concorrência (a sua casa não é a única que está no mercado) para obter o valor justo pelo seu imóvel. É importante perceber em que fase está o mercado para adotar a estratégia de preço correta.

Quando os preços estão numa fase de subida, é legítimo colocar um preço à frente do mercado, pois é previsível que a procura consiga alcançar esse preço e quando o mercado está numa fase de descida, aconselhamos a que o posicionamento do imóvel no que diz respeito ao preço seja feito de forma inteligente, ou seja, depois de analisar outros imóveis comparáveis, colocar um preço mais competitivo para se destacar e assim estar na preferência dos compradores. Tudo isto depende da urgência e necessidade dos proprietários.

Tal como em muitos outros negócios, quando a procura é maior que a oferta, os preços sobem e se a oferta supera a procura, os preços descem.

Fatores que afetam a oferta: a mão de obra e materiais disponíveis, políticas governamentais.

Fatores que afetam a procura: aumento das taxas de juro, demografia e situação financeira dos compradores.

Uma pandemia (COVID-19) e um conflito militar (guerra na Ucrânia) também podem ser um fator de desequilíbrio na oferta e procura.

Artigos Recentes

Mercado Imobiliário

Euribor – o que é?

Euribor significa Euro Interbank Offered Rate, ou seja, a Euribor é a média das taxas de juro praticadas em empréstimos entre bancos europeus. Sim, os bancos emprestam

Ler mais »

O E-BOOK GRATUITO QUE DESCOMPLICA A VENDA DA SUA CASA

Converse com um Consultor!
Olá 🙂
Como podemos ajudá-lo/a?